Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Ilhas de compostagem podem resolver o problema do lixo em Nova Iorque

Mäyjo, 16.12.14

ilha_2

Todos os anos, os nova-iorquinos produzem mais de 14 milhões de toneladas de lixo, dos quais 29% são apropriados para compostagem. De forma a melhorar a gestão de resíduos da cidade, uma empresa revelou um projecto que quer desviar esta percentagem para longe de aterros e enviá-los para “ilhas de compostagem” na cidade, diz o Huffington Post.

A empresa Present Architecture surgiu com um plano para transformar os resíduos apropriados para compostagem ​​ em ilhas multiuso ao redor de cada um dos cinco distritos de Nova Iorque. O projecto, denominado Green Loop, teria camiões de transporte de lixo orgânico a transportar os resíduos para dez estações de compostagem na costa da cidade.

O projecto poderia ajudar a reduzir a poluição, além de fornecer novos espaços públicos – o espaço por cima das instalações seria usado para parques recreativos – e também resolver o problema do cheiro.

As instalações teriam estradas com ligação à cidade onde se iriam canalizar os camiões para dentro e fora das ilhas de forma a descarregarem o lixo orgânico que, através de um processo de compostagem, iria produzir um solo rico em nutrientes.

Por enquanto, o Green Loop ainda está longe de se tornar uma realidade. A próxima etapa do projecto consiste em saber se o público tem interesse no Green Loop se o projecto é viável em termos de financiamento e apoio governamental.

EUA: Seattle vai multar residentes que produzam lixo orgânico em demasia

Mäyjo, 30.09.14

EUA: Seattle vai multar residentes que produzam lixo orgânico em demasia

As autoridades municipais de Seattle, nos Estados Unidos, aprovaram uma lei que vai permitir multar os habitantes que daqui em diante tenham mais de 10% de lixo orgânico nos seus caixotes do lixo. O objectivo é incentivar à reciclagem e à compostagem, para que a cidade possa alcançar a meta de reciclagem de 60% do lixo total em 2015.

 

Para que a norma seja cumprida, os cantoneiros vão passar a avaliar a quantidade de lixo orgânico presente no caixote de cada residente. Caso a quantidade ultrapasse o valor, o delito será registado num sistema online e o residente notificado. Na factura seguinte do saneamento e água, o residente pagará €0,77 pelo lixo orgânico a mais. No caso de a quantidade de lixo orgânica persistir, o residente poderá passar a pagar multas até €39, escreve o Treehugger.

 

A nova normal vai começar a no início de 2014, mas os avisos vão começar a ser emitidos apenas a partir de Julho, altura em que os residentes começaram também a ser multados. A norma vai também aplicar-se a prédios e a empresas, embora nestes casos serão deixados dois avisos antes de a multa ser emitida.

 

Para evitar multas, o município incentiva os moradores com quintal a praticarem a compostagem e aos que tal não seja possível a reduzirem o desperdício alimentar.

 

Em São Francisco, existe também uma norma semelhante, introduzida em 2009, onde depois de alguns avisos, os residentes são multados até €78.

 

Foto: cliff1976 / Creative Commons